GEA ANUNCIA AUMENTO DOS SERVIDORES ESTADUAIS

O governador Camilo Capiberibe reuniu-se com presidentes de dezoito sindicatos para anunciar o reajuste salarial de 7,13% pela data base deste ano. O percentual estipulado pelo Governo do Estado (GEA) ficou acima da inflação do período de 12 meses, que foi de 6,59%. Com o aumento real, o GEA repõe perdas inflacionárias, as quais, em 2010, chegaram a -29,92%. O evento aconteceu na noite de quinta-feira, 18, no Palácio do Setentrião.

Governador do Estado do Amapá, Camilo Capiberibe

Segundo o governador, o aumento salarial dos servidores acontece em cenário econômico global cheio de incertezas, o qual reflete diretamente na vida econômica do Estado. “Ainda assim, mantivemos nossa política de valorização dos servidores públicos. Não deveríamos, mas concedemos o reajuste”, defende o governador.

Para justificar o percentual do reajuste deste ano, o GEA apresentou aos sindicatos planilhas que comprovam as dificuldades econômicas que o Amapá enfrenta em função da crise nacional. O secretário de Estado, Juliano Del Castilo, do Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), explicou que as perdas no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e da estagnação do crescimento da arrecadação própria, pelo ICMS, por exemplo, impedem que o governo a ofereça, neste momento, um aumento mais expressivo.

O governador Camilo enfatizou durante a reunião que, ainda que o cenário econômico estabelecido atualmente não seja favorável para o Amapá, seu governo priorizará os servidores estaduais. “É preciso levar em consideração os fatores da economia expostos aqui”, expôs aos sindicalistas.

Outro fator que impede novas rodadas de negociações pela data base está relacionado aos passivos deixados pela gestão passada que o atual governo teve de assumir. Segundo a responsável pelo Departamento de Recursos Humanos, da Secretaria de Estado da Administração, Luiza Cearense, somente os pagamentos de progressões e promoções referentes a acordos celebrados entre 2006 a 2008, e não honrados, o governo atual já pagou mais de R$ 20 milhões.

Camilo reconheceu que 2013 é um ano de dificuldades, e que o Estado atinge sua capacidade máxima, referindo-se ao impacto que o aumento vai provocar na folha de pagamento dos servidores estaduais. Mas comprometeu-se voltar à mesa de negociações assim que a situação econômica nacional apresente melhoras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s