CRESCE O NÚMERO DE ADEPTOS DA BICICLETADA EM MACAPÁ

BicicletadaNa cena urbana noturna de Macapá ou nas manhãs dos feriados prolongados as bicicletadas ganham espaço e os amapaenses vão se acostumando com essa saudável opção da qual se aproveitam grupos de jovens amigos, ou até de pessoas de meia idade, para fazer exercício e manter a forma passeiando pela cidade em que vivem.

Também chamadas de ciclo-passeatas, os ciclistas que pedalam em grupo pelas ruas, praças e Avenidas de Macapá fazem questão de divulgar a bicicleta como meio de transporte mais barato e menos nefasto ao meio-ambiente, ao mesmo tempo em que reivindicam condições favoráveis á sua utilização no trânsito da capital amapaense.

Geralmente exibindo roupa e sinalização pessoal apropriadas para prticipar de uma bicicletada, os ciclistas engajados no movimento visitam praças, monumentos históricos da cidade, onde fazem uma especie de pequena parada para conversar, conscientizar os condutores de veiculos motorizados lendo artigos do Código Nacional de Trânsito sobre a redução da velocidade, sobre o risco do uso do celular ao volante e a necesidade do uso do capacete por parte dos motoqueiros e mototáxistas como meio de poupar vidas preciosas no trânsito de Macapá.

Com os investimentos anunciados pelo Governo do Amapá, e outros que já estão sendo executados, no caso da Rodovia Norte-Sul, contemplando a implantação de faixas exclusivas para a circulação de ciclistas, o uso da bicicleta como meio de transporte, vai crescer ainda mais em Macapá, diz o adepto da bicicletada Joaquim Amoras de Abreu, 44 anos idade. Ele disse que gosta de andar de bicicleta para apurar a forma e passeiar, conhecer novos amigos.

Entre as muitas vantagens que a bicicleta oferece em relação aos demais meios de transporte usados nos centros urbanos, os adeptos da “magrela” lembram que ela é silenciosa, oferece mais liberdade ao condutor, não polui, não congestiona o trânsito, não consome gasolina, não paga imposto e não precisa de estacionamento.

Infelizmente nem tujdo são flores; entre os ciclistas menos atentos a essas questões, existem aqueles que andam na contra mão, atravessam o sinal vermelho usando bicicleta sem freio, sem sinal de luz, sem os equipamentos de segurança que a lei exige.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s