NORTE-SUL: FIM DE IMPASSE SERÁ OFICIALIZADO COM A VISITA DE MINISTRO

Norte-Sul interligará dois pontos estratégicos de Macapá: zona Norte, por meio da Avenida Tancredo Neves, e região Sul, através da Rodovia Duca SerraApós reunião, no final de fevereiro, com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o senador João Capiberibe e a deputada Janete Capiberibe removeram o último impasse para a liberação do terceiro trecho da Rodovia Norte-Sul, a maior obra de mobilidade urbana do Amapá em andamento. Com os trechos 1 e 2 concluídos, numa extensão de sete quilômetros, a rodovia irá interligar as zonas Norte e Sul de Macapá.

No encontro em Brasília, os dois parlamentares receberam o aval de Gleisi Hoffmann para reunir-se com o ministro Wagner Bittencourt, da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC-PR). João Capiberibe e Janete explicaram a Bittencourt que a liberação do trecho sob a jurisdição da Infraero é fundamental para a continuidade e conclusão da rodovia Norte-Sul.

“É uma ação importante, que vai beneficiar mais de 120 mil moradores de dez bairros da capital”, enfatizou o senador. Ele acrescentou que a rodovia Norte-Sul irá interligar dois pontos estratégicos da capital amapaense: a zona Norte, por meio da Avenida Tancredo Neves, e a região Sul, através da Rodovia Duca Serra.

O senador detalhou ao ministro Wagner Bittencourt que “atualmente, para ir de um ponto ao outro de Macapá, é necessário atravessar o centro da cidade, que não comporta mais o número de veículos particulares, coletivos e máquinas pesadas.

A deputada Janete Capiberibe lembrou ao ministro Bittencourt que a Norte-Sul é uma ação conjunta dos governos Federal, por intermédio do Ministério das Cidades, e do Estado do Amapá, através da Setrap, inserida no Programa de Obras e Ações para Mudar o Amapá (PROAMAPÁ).

“O Governo do Amapá só pode dar início à terceira etapa com autorização da Secretaria da Aviação Civil da Presidência da República, da Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e da Infraero”, resumiu a parlamentar.

Ciente da situação, o ministro Bittencourt propôs que uma equipe de especialistas da SAC-PR, do Governo do Amapá e da Prefeitura de Macapá produza um relatório técnico que resultará em um Termo de Acordo (TAC).

Segundo o ministro, o documento vai garantir a liberação do trecho da rodovia. O cronograma aponta que a retomada das obras da Norte-Sul poderá acontecer em abril próximo, durante a inauguração do novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Macapá, quando  o ministro Wagner Bittencourt, da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República virá ao Amapá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s