FUTEBOL AMAPAENSE (MEMÓRIA)

Enildo, agachado, o primeiro da esquerda para a direita, na década de 60, ao lado de Sabará, Orlando Tôrres, Cremildo, Curupira e Domingos, em pé, da esquetrda para a direita; agachados, Enildo, Orivaldo, Dente de Cão, Pau Pretinho e Percival

Enildo, na década de sessenta, agachado, primeiro da esquerda para a direita, ao lado de Orivaldo, do irmão Dente de Cão, do Pau Pretinho e Percival; em pé, da esquerda para a direita: Sabará, Orlando Tôrres, Cremildo, Magalhães, Curupira e Zé Maria Franco

ENILDO, UM EXTREMA-DIREITA BOM DE BOLA – Dois filhos do mestre de obras José Amaral, o “Zeca Amaral”, um dos primeiros moradores do Bairro Alto, brilharam no futebol amapaense: Enildo, o “Cuia Preta”, e Antonio Amaral, o “Dente de Cão”, que era brabo, mas um centro-avante que poderia jogar em qualquer parte do País, tanto é que o Santana, o Canário Milionário, o levou para a Vila Amazonas.

Dente de Cão foi protagonista de um episódio que o torcedor amapaense não esquece, e que aconteceu em uma das decisões entre Juventus e CEA na década de 60, uma agressão ao Joãosinho Poqueca; depois um desculpou o outro, deixaram as diferenças dentro de campo, e ficaram amigos.

Enildo contando histórias do seu tempo de jogador do Juvenstus e do Macapá

Emocionado Enildo, 69 anos, fala sobre sua passagem pelo Juventus, Macapá e Seleção Amapaense

Enildo era menos genioso, mais técnico e veloz; também poderia jogar em qualquer um dos grandes clubes do Brasil, tal a categoria muito bem aproveitada pelo técnico Humberto Santos, que o fez desistir de jogar de meio de campo para se tornar um dos melhores extrema-direita do futebol amapaense.

Enildo, a exemplo de Percival, este extrema esquerda, tinha velocidade e grande habilidade para jogar numa faixa estreita do campo que ia até a linha de fundo, de onde cruzava para a cabeceada do Penafort, do Jangito, do Joca ou dos zagueiros que vinham de trás, como Célio, João Maria e Zé Maria Franco. Filho de José Ferreira do Amaral e de Joaquina Silva do Amaral (ambos falecidos), Enildo nasceu em Macapá, no dia 9 de agosto de 1943, na esquina da General Gurjão com a antiga Rua Coronel José Serafim (Tiradente, hoje), no chamado Bairro Alto.

Com 9 anos de idade o ‘Cuia Preta’, apelido da sua juventude, foi levado para a Casa dos Padres pela religiosa Maria Quitéria, uma das irmãs de Lourenço Tavares de Almeida, para frequentar aulas de catecismo e fazer a primeira comunhão; daí para disputar o campeonato infantil, organizado por Expedito Cunha Ferro (“91″) e Humbeto Santos, foi um pulo, e daí para ingressar na Juvenil do Juventus, em 1958, com 15 anos de idade, foi só questão de tempo.

Em 1959 estreou no time titular do Juventus em amistoso contra o Trem Recreativo Clube; o Moleque Travesso venceu de 6×0 e o Enildo não passou em branco: marcou um dos gols da goleada sobre a Locomotiva jogando de extrema-direita, posição que teve que se daptar, por determinação de Humberto Santos, ele que gostava de jogar no meio de campo; os outros gols foram mrcados por Lindoval, Jupati, Tico-Tico (2) e Evilásio; ele lembra que o Juventus formou com Mundico (Wanderley), Cadico, Base,  Cremildo e Aécio, Biló (Branco) e Círio, Enildo, Tico-Tico, Lindoval (Jupati), Evilásio.

Sobre sua estreia tem um detalhe que o Enildo não esquece: o fato de que era reserva do Camarão (Viana) e que só fora escalada porque era amistoso e o Trem considerado time pequeno…”Serve pra engrossar as pernas da molecada”, como dizia Humberto Santos. Titular, titular do Juventus, só em 1962, aos 19 anos de idade, quando conseguiu chegar à seleção amapaenseSeleção Amapaense de Futebol.

O primeiro título veio com o Campeonato Amapaense de 1964 pelo Moleque Travesso, quando se destacou como artilheiro do certame com 15 gols, o que lhe valeu o prêmio “Chuteira de Ouro”, oferta do esportista e empresário Stephant Houat, Presidente da Federação Amapaense de Desportos- FAD; Enildo ainda foi campeão amapaense pelo Juventus em 1966 e 1967; em 1970, transferiu-se para o Macapá e no mesmo ano foi campeão pelo azulino; atuou várias vezes pela Seleção Amapaense, pelo Juventus e Macapá contra times do Pará, do Maranhão, do Amazonas e da Guiana Francesa. Abandonou o futebol em 1971 aos 28 anos de idade. Conta que uma das poucas tristezas que teve, foi sua barração no jogo CEA e Juventus, que decidiu o segundo turno do Campeonato Amapaense de 1963, ganho pelo CEA por três a dois; ele estava concentrado na Sede dos Escoteiros do Laguinho na véspera da partida; lá pelas tantas, ele e o Caé decidiram fugir da concentração para abrilhantar uma festa no salão da Gestrude; no retorno à concentração, próximo das três da madrugada, foram flagrados pelo técnico Humberto Santos que decidiu deixar o Enildo fora da decisão.

Anúncios

4 Respostas para “FUTEBOL AMAPAENSE (MEMÓRIA)

  1. o amigo João Silva pulou o nome de um grande goleiro que o Amapá já produziu,Magalhães e obrigado em fazer sempre referência nos seus textos sobre o futebol amapaense nas decádas de 50,60e70 a Humberto Santos meu pai que foi um brilhante jogador do Esporte Clube Macapá,e também um dos melhores treinadores do Amapá,e Presidente do Ypiranga Clube,Clube da Torre.

    • O que foi bom, tem que ser lembrado; o Amapá já teve futebol, hoje tem um bocado de clubes falidos (dois deles, os mais antigos do Amapá, viraram duas crateras no centro da cidade), e dirigentes de fachada na sua grande maioria, como esse tal de Roberto Goés, que acabou com a cidade e agora vai acabar com que resta do futebol amapaense.Abraço.

  2. Caramba !! lembranças do arco da Velha !!

    Lembro Bem do “Zeca Amaral” seu Zequinha Moreno de Baixa estatura que tinha Olhos Verdes …Dona Joaquina sempre alegre e falante, gente boa do nosso Bairro Alto.
    Lembro do Enildo e Cuia tambem, eram bons de bola realmente, são contemporaneos do “Jaqueson” irmão do Jefri, filhos de um Guianense que eram seus vizinhos….

    Você foi buscar estas la do fundo do Baú literalmente. Boas Lembranças !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s