CONDENADOS DO MENSALÃO IRÃO PARA A PRISÃO ATÉ JULHO, DIZ JOAQUIM BARBOSA

AFP

Ministro Joaquim Barbosa disse que há como coibir adiamento das prisões

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, disse acreditar que as penas dos réus condenados no julgamento do Mensalão serão aplicadas até julho deste ano.
Isso significa que, no entender de Barbosa, os 22 condenados à prisão poderão ser presos até esse prazo. Para ele, mesmo que os réus entrem com recursos contra as sentenças que receberam, julho é um prazo “razoável” para a execução das penas. “Por mim, encerraria (o processo) ontem”, afirmou Barbosa. “Infelizmente, tenho que respeitar os prazos.”
Barbosa disse que as ordens de prisão seriam expedidas antes de 1º de julho, mas esclareceu que isso dependerá do cumprimento das últimas etapas do processo. Sem dar detalhes, Barbosa disse que “há meios de se coibir” tentativas da defesa dos condenados de adiar a execução das penas.
O julgamento do mensalão foi concluído em dezembro do ano passado, mas as penas ainda não foram cumpridas porque falta publicar o acórdão que resumirá as conclusões dos ministros e julgar eventuais recursos dos réus.
Depois que o acórdão for publicado, os advogados de defesa poderão apresentar recursos para que o STF esclareça pontos obscuros e reexamine questões que dividiram os ministros no julgamento. A publicação do acórdão é prevista para 1º de abril. (Folhapress)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s