CORINTHIANS EMPATA EM ORURO E OCORRE UMA TRAGÉDIA NAS ARQUIBANCADAS

Corinthians começou bem, sofreu com a altitude e terminou a primeira rodada da Libertadores com um 1 a 1 diante do San Jose, da Bolívia. O jogo, no entanto, acabou ficando em segundo plano. Durante a partida, um torcedor do time local foi morto, atingido por um artefato que teria, segundo a polícia boliviana, partida da torcida alvinegra. Kevin Espada, de 14 anos, morreu a caminho do hospital.

Alheio à tragédia, ao menos enquanto esteve em campo, o atual campeão mundial sai de campo com um ponto e é o segundo colocado do Grupo 5, atrás dos mexicanos do Tijuana. Se fica com o gosto amargo pela vitória que não veio, a torcida ao menos comemora a manutenção da invencibilidade no torneio, que agora chega a 15 jogos. O recorde histórico do torneio é de 17 partidas, do Sporting Cristal, nas edições de 1962, 1968 e 1969.

Guerrero é abraçado por Ralf e Fábio Santos após marcar o primeiro gol do Corinthians na Libertadores 2013, na partida contra o San Jose, na Bolívia AFP PHOTO/Aizar Raldes

Diante do ar rarefeito, no entanto, o empate também não pode ser considerado um mau resultado. Oruro é o ponto mais alto da mais que centenária história do Corinthians, que nunca atuou em uma altitude tão elevada, e assustava a comissão técnica. A resposta do time em campo foi tentar matar a partida enquanto ainda tinha gás.

O jogo não tinha um minuto completo quando Guerrero roubou a bola de um zagueiro e bateu firme da entrada da área, para defesa do goleiro rival. Quatro minutos depois, ele não perdoou. Depois de cruzamento de Fábio Santos, o peruano completou de esquerda e abriu o placar para o Corinthians com categoria.

Foi o décimo gol dele nas últimas 11 partidas. Guerrero também mostrou toda frieza que se espera dele ao estrear na Libertadores. Experiente aos 29 anos, veterano de Ligas dos Campeões e herói do Mundial de Clubes, ele nunca tinha jogado na competição continental, e demorou exatos cinco minutos para fazer o dele.

O ímpeto corintiano ainda duraria alguns minutos, com direito a uma chance clara desperdiçada por Paulinho, com boa defesa do goleiro rival. E foi só. A altitude logo começou a fazer efeito e os corintianos, aparentemente cansados, diminuíram o ritmo, marcando mais no campo de defesa.

Se não correu grandes riscos no primeiro tempo, o Corinthians deve agradecer à limitação técnica do San José e ao goleiro Cássio. Depois de falhar no clássico contra o Palmeiras, há três dias, ele voltou à velha forma e não deu chances à equipe boliviana nos vários chutes de longe ou mesmo nos cruzamentos.

O intervalo serviu para colocar o San Jose nos eixos, e não resolveu o problema de fôlego do Corinthians. No retorno dos vestiários, aos 15 minutos, Saucedo apareceu livre no segundo pau e tocou de carrinho para empatar o jogo, aproveitando um vacilo de Fábio Santos.

O único esboço de reação veio nos minutos seguintes. Em duas estocadas seguintes, Emerson teve a chance de matar o jogo. Aos 20 minutos, Renato Augusto cruzou da esquerda e o camisa 11, livre, chutou na trave, perdendo uma oportunidade incrível. Minutos depois, recebeu de Guerrero e bateu por cima, levando as mãos à cabeça incrédulo.

É a manutenção da má fase de Emerson. Nos últimos 12 jogos, ele marcou apenas um gol, justamente aquele que abriu o placar no clássico contra o Palmeiras, no domingo passado.

Daí em diante, novamente a falta de ar pesou. Aparentemente satisfeito com o empate, o Corinthians diminuiu o ritmo e se esforçou apenas para evitar eventuais sustos. Paulo André, cansado, chegou a ser substituído por Felipe. Guerrero, igualmente exausto, teve de sair de campo para recuperar o fôlego.

Só que mais uma vez, a limitação do San Jose pesou e o placar se manteve inalterado. Agora, o Corinthians volta a campo pela Libertadores na próxima semana, no Pacaembu, contra os colombianos do Millonarios, com promessa de estádio lotado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s