CAMILO CONFERE ATENDIMENTO NO PAI E NO HOSPITAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

4168_governadorvisitapai11

Dos 450 atendimentos diários do Pronto Atendimento Infantil, 70% são consultas

O governador Camilo Capiberibe (foto) nesta segunda-feira, 11, por pelo menos duas horas, visitou as crianças que estavam internadas no Hospital da Criança e do Adolescente (HCA) e no Pronto Atendimento Infantil (PAI). Esteve nas enfermarias e na recepção conversando com as mães e com os pequenos pacientes.A maioria, na verdade, poderia ter sido medicada nas unidades básicas de saúde do município, que atualmente passam por dificuldades de funcionamento. A dona de casa Maria Andreza Bandeira, por exemplo, procurou o Pronto Atendimento Infantil, por que não conseguiu atendimento no Posto de Saúde Marcelo Cândia. Sua filha, a pequena Ana Caroline, estava com um furúnculo em baixo do braço.

Situação semelhante foi relatada por Francisca Pinheiro da Silva, residente no Brasil Novo. Ela levou a filha para o PAI com sintomas de vômito e diarreia. No momento da visita do governador a criança estava tomando medicação para se hidratar.

O depoimento das duas mães ratifica o que mostram as estatísticas. Dos 450 atendimentos diários do Pronto Atendimento Infantil (PAI), pelo menos 70% são consultas e que poderiam ser feitas nas unidades básicas de saúde de Macapá.

“Temos feito grandes investimentos, mas eles nunca serão suficientes se as prefeituras não fizerem também a parte que lhes cabe”, comentou o governador informando que em janeiro foi instalado a Unidade semi-intensiva no Pronto Atendimento Infantil e que no momento está sendo readequando e ampliando da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No PAI e HCA, Camilo Capiberibe constatou que todas as salas estão climatizadas. Conversou com profissionais, como a enfermeira Marilia dos Santos Souza, que passou no concurso público da saúde e que desde o dia 17 de janeiro trabalha no Hospital da Criança. “Como servidora efetiva tenho segurança e isso é muito importante”, comentou.

A exemplo do que fez quando visitou, no início deste mês o Hospital de Emergência, o governador Camilo Capiberibe, a cada reclamação que ouvia chamava o responsável pelo setor e cobrava explicação. Durante a visita, também ouviu elogios. Eloine Almeida disse que levou o filho ao Pronto Atendimento Infantil por que sabe que lá todos os serviços funcionam e que quando retornar para casa terá a certeza que o filho, Antonio Wallacy, foi medicado.

Na Sala do Atendimento, as mães reclamaram da demora no atendimento. No entanto, todas que estavam lá eram situações de consulta médica. “Quando a criança chega numa situação de urgência e emergência ela é imediatamente atendida. Infelizmente, em outras situações as mães têm que esperar um pouco, mas todos são recebidos pelo médico”, disse.

Camilo Capiberibe encerrou a visita dizendo as mães que o Estado tem feito todos os investimentos necessários para garantir ao cidadão uma saúde de qualidade, que em 2011 e 2012 foram os anos de reconstrução do Amapá. Que para 2013 estão previstas as inaugurações dos hospitais de Oiapoque, Santana, Laranjal do Jari, além da ampliação do PAI e HCA. “A prova deste investimento é que conseguimos reduzir os índices de mortalidade infantil. Em 2012, não foi registrado nenhum óbito no PAI”, declarou o governador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s