Política & Cidadania

CONFIANÇA

Todos os projetos e as obras que dizem respeito à pavimentação do trecho sul da BR 156, entre Macapá e Laranjal do Jari, serão executados pelo Governo do Estado do Amapá. Os recursos virão do Governo Federal. A decisão foi informada ontem (6/02) à Bancada Federal do Amapá e ao secretário dos Transportes Bruno Mineiro.

Quem deu noticia pessoalmente foi o diretor-presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, Jorge Ernesto Fraxe. “É uma decisão minha e do ministro [dos Transportes, Pedro Passos]. Já está tomada”, afirmou.

“É mais uma demonstração de confiança do Governo Federal na capacidade de gestão e de realização do atual Governo do Estado. É muito positivo para o Amapá”, comentou a deputada Janete Capiberibe (PSB).

LOBO NELES!

O Amapá está cheio de rádio cujos donos não querem saber se este ou aquele sujeito tem condições de dar uma informação, de fazer um comentário, de expor um ponto de vista, e por aí afora. Desde que pague a emissora, e muito bem pago, ou seja mão de obra barata, tipo pau mandado, o cara tem permissão para estuprar a gramática em redor do dia, a começar das cinco da manhã!

São erros crassos de concordância verbal e tempo do verbo equivocadamente empregado por gente, a quem não se exigiu sequer um teste de leitura, uma provinha de português; dia desses um locutor disse que  jogadores do Remo estava concentrado no Baenão. O professor Lobo almoçava e quando ouviu a mancada quase teve uma indigestão. Em um programa policial outro disse que o motorista dirigia devidamente embriagado.  Lobo neles!

LIXO

Em Santana, aqui pertinho, o prefeito Robson Rocha (PTB), para resolver o problema da coleta de lixo, não vacilou nem um pouquinho sequer: optou por uma solução caseira, informa uma fonte que merece crédito. Chamou o sogro e lhe deu o serviço. Ainda ofereceu a garantia de bom preço  e a certeza do pagameno em dia pelo trabalho de uma frota de cinco cachambas  novinhas em folha já operando na área urbana de Santana, tirando do visual da cidade o lixo produzido pelos santanenses.

PROBLEMÃO

Infelizmente entrar e sair em Santana pela Rodovia Duca Serra exige um sacrificio a mais das pessoas, além do trânsito pesado na hora do pico; refiro-me a fedetina, ao mau cheiro proveniente da lixeira pública onde  urubus e ratazanas fazem a festa; o fim da lixeira pública à ceu aberto de Santana é uma questão de saude pública, considerando ainda sua localização estratégica para a expansão das duas maiores cidades do estado; ela foi colocada ali para atender uma realidade que não existe mais, a começar pela tamanho das duas cidades, cujas populações cresceram muito nos últimos anos.

ELEIÇÃO NO MPE

O Ministério Público do Amapá realizou nesta quinta-feira, 7, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, eleição para formação da lista tríplice que definirá o Procurador-Geral de Justiça biênio 2013/2015. Na ocasião, os procuradores também elegeram o Corregedor-Geral da instituição.

Cinco candidatos concorreram ao cargo máximo de PGJ: o procurador Márcio Augusto Alves, os promotores de justiça, Roberto da Silva Álvares, Afonso Henrique Oliveira Pereira, Moisés Rivaldo Pereira, e a atual procuradora-geral, Ivana Cei, que foi a mais votada, com 7o votos dos 73 aptos; ainda fazem parte da lista triplice entregue ao Governador Camilo logo após o pleito, Roberto Avarez (48 votos) e Márcio Augusto Alves (43 votos).
Assim que recebeu a lista triplice no Palácio do Setentrião o governador disse que vai decidir com  máxima rapidez possível, mas é bom lembrar que pode fazê-lo no prazo de 15 dias. O Procurador-Geral será nomeado pelo chefe do Poder Executivo, que pode decidir entre os três. Mas, por norma, todos membros da instituição declinam em favor do candidato mais votado, o que quer dizer que é quase certa a recondução de Ivana Cei ao cargo de Prourador-Geral de Justiça do Amapá, um prêmio ao excelente trabalho que vem realizando, não resta dúvida.
SELEÇÃO
Por causa da vaidade de dirigentes, coisa  que acaba prejudicando o futebol, José Maria Marin mandou o tecnico Mano Menezes embora e chamou o Felipão, justo no momento em que o treinador estava ‘encontrando’ um time ideal, graças à volta de Kaká jogando bem.
Com Felipão a base foi mantida, de certa forma, mas houve uma ruptura em relação ao trabalho do Mano e ao esquema que vinha adotando nos últimos jogos da seleção, que ficou mais velha com Julio Cesar, Ronaldinho Gaucho e perdeu objetividade sem a presença de Kaká, que vinha bem, repito.
A vitória da Iglaterra, com gols de Rooney e Lampard, foi justa; o penalty perdido por Ronaldinho foi mau assinalado e acabou bem defendido pelo armário inglês Hert, ao cair no canto certo. Claro que o Felipão foi dormir pensando na próxima pedreira, a Italia, e na possibilidade de mais uma derrota.
MARCOLA
É aquele cara do PCC que lê Dante e Maquiavel no fundo do cárcere, lembra? Em entrevista ao jornal O Globo, em 2008, ele disse que a diferença dos criminosos em relação às pessoas de bem é que nós, as pessoas de bem, nos borramos de medo de morrer e eles, os criminosos, não!
Aí a gente lembra dos milhares de homens e mulheres anônimos que morreram lutando para derrubar ditadores sanguinários, pelo ideal da construção de um país melhor pra si e as futuras gerações durante a Primavera Árabe.
No Brasil não vai acontecer nada porque o brasileiro tem medo de morrer; o brasileiro se nega a oferecer a vida à uma  causa justa, em troca de um País livre dos corruptos incorrigiveis, dos honoráveis bandidos octagenários, ou próximos disso, que nos infelicitam desde quando aprenderam a usar o mandato contra nós. E vão continuar abusando da nossa conformação.
ORA, ORA!
Na coluna de Josias de Souza, atualizada de madrugada, a informação de que o PT articula a ocupação da Comissão de Ética da Câmara como solução para preservar os mandatos dos deputados mensaleiros condendos pelo STF; a estratégia  lembra como Sarney derrubou as onze denúnciass contra ele na crise dos atos secretos, o que quer dizer que o peemedebista fez escola e que os petistas aliados do ex-presidente do Senado vão continuar a afrontando a decisão da Suprema Corte do País. Mas o presidente Henrique Alves Cardoso (PMDB-RG), já disse que a situação dos mensaleiros é insustentável, e não tem como deixar de acatar a decisão do STF. Ainda bem.
CARNAVAL
Considerando o investimento do poder público, principalmente do GEA e da PMM em um carnaval pobre de critica social, pouco criativo, portanto repetitivo demais no que se refere aos temas que leva para a Avenida numa terra cheia de histórias bonitas que poderiam virar enredo e samba de enredo, acho que é dever da opinião pública exigir das escolas um carnaval de qualidade, porque não se pode alegar mais falta de estrutura e de apoio depois  do Sambódromo acrescido da construção da Cidade do Samba e da instalação da Central do Carnaval na praça do Mercado Central. Chega de indigência, chega de carnaval maltrapilho dos últimos anos que alguns vísiveis imbecís teimam em classificar como um dos melhores do País, paciência!
UMAS & OUTRAS
Quando ia ao estádio cansei de ver muita gente expor maquetes do novo Glicerão e criar factóides para anunciar a reforma do Zerão, como João Henrique, Roberto Goés, Waldez Goés, o que nunca chegou a acontecer; agora que existe vontade política para fazer a reforma do Milton Correia, por exemplo, e a reforma é uma realidade,  gente que nunca reclamou das promessas vãs e não cumpridas (e eu sei porque), ficam cobrando a data de inauguração do estádio, que é uma decisão política do governador. O importante é que o recurso da obra está sendo colocado na obra, o importante é que a obra está crescendo e aparecendo, que está sendo tocada todo dia, e não é uma mentira!<Coerente seria reclamar do abandono do Glicério Marques; perguntar o que fizeram do dinheiro das emendas que resultou apenas em alguns pilares relegados ao abandono, onde não se ouve o som do trabalho, não se vislumbra o compromisso com a concretização da reforma do  Gigante da Favela!<Pedro Simon (PMDB-RS), foi importante para que Randolfe Rodrigues retirasse sua candidatura à presidência do Senado, deixando caminho livre para Pedro Taques (PDT-MT)<Realmente não está fácil para o Clécio Vieira e a sua boa vontade; além dos estragos deixados no seu colo, ainda podemos ter um dos invernos mais rigorosos dos últimos anos, o que quer dizer que diversas artérias importantes da cidade irão piorar mais do que já estão…É cada buraco amigo que parece três em um!<Mesmo assim, temos que reconhecer que a cidade deu uma melhorada no aspecto da limpeza, da desobstrução dos canais e da coleta do lixo tanto no centro como na periferia da cidade<Altair Lemos, o Tatá de saudosa memória, pai da Tica, do Japão e do Mauro, foi o primeiro Rei Momo do Carnaval Amapaense; vou mostrar uma foto dele que poucos pessoas já viram, alegre e irreverante como  viveu enquanto esteve por aqui<Aliás, o Altair foi um dos fundadores do bloco A Banda, hoje presidida por José Figueiredo de Souza, o Savino> A Folia no Beirol repete a alegria das antigas batalhas de confeti que existiam em alguns pontos de Macapá, 40, 50 anos atrás, e tudo realizado ali mesmo no bairro, com a participação dos moradores, sem um tostão do poder público, e nem por isso menos contagiante>Amanhã começa a folia no meio do mundo, com desfile das escolas de samba do Amapá na Ivaldo veras, no Meio do Mundo<Por hoje é o que há, até a próxima, amigo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s