SANTOS TEM TRÊS JOGADORES EXPULSOS, ZAGUEIRO DO ‘PEIXE’ BAIXA O BRAÇO E FLA VENCE DE GOLEADA

Do Editor

O amapaense que tem Sky viu pelo canal 39, Esportv, o vexame do Peixe Frito da Amazônia, o Santos, na sua segunda apresentação em mais uma edição da Copa São Paulo de Futebol Juniors, a Copinha. O jogo foi em São José dos Campos, contra o Flamengo do Rio de Janeiro que aos 13 minutos do primeiro tempo já etava ganhando de três a zero. Primero foi expulso o goleiro Clemir e depois o Raylan, um armário de quase dois metros de altura e braço pra ir buscar a cara do adversáro a meio metro de distância. Aconteceu que o juiz marcou penalty de Clemir em Douglas Baggio e ainda expulsou o goleiro santista; foi quado o Raylan resolveu engrossar: deu dois tapas no Baggio e uma cabeçada em outro jogador do Flamengo; o árbitro então o expulsou e aí, na saída de campo, ele meteu uma mãozada no cangote do juiz Leandro Bizzio. O Santos, do técnico Aldo, depois da derrota de 1×0 para o time da casa, o América, alegando erro de arbitragem, entendeu que poderia derrotar o Flamengo, mas se defrontou com uma realidade nada animadora: o despreparo do time e a indiscutivel superiodidade técnica do Flamengo, que não chega a ser um time brilhante,  resultando na goleda de sete a zero.

O zagueiro Raylan, do Santos-AP, agrediu o árbitro Leandro Bizzio após ser expulso Momento em que o zagueiro Raylan, do Santos, agride o árbitro Leandro Bizzio após ser expulso

O Flamengo jogava melhor e vencia a partida, mas com a expulsão do goleiro Clemir e, principalmente de Raylan, o clube carioca teve sua tarefa facilitada e goleou o Santos-AP por 7 a 0 nesta terça-feira, no Teixeirão, pela segunda rodada do grupo E da Copa São Paulo. No lance em questão, o zagueiro se revoltou após a marcação de um pênalti e agrediu Douglas Baggio duas vezes. Além disso, ele ainda deu um tapa no árbitro Leandro Bizzio quando recebeu o cartão vermelho.

A partida iniciou com o Flamengo bem postado em campo e rapidamente passou a dominar as ações ofensivas. Com apenas três minutos, Douglas Baggio perdeu um gol incrível após receber cruzamento rasteiro de Digão da direita e finalizar por cima. Melhor em campo, o time carioca precisou de somente 14 minutos para decidir o jogo.

Aos 13, o filho do ex-atacante Donizete Pantera, Renan, recebeu dentro da área e chutou rasteiro para abrir o placar. No ataque seguinte, Douglas Baggio driblou o zagueiro Gustavo e tocou rasteiro no canto do goleiro Clemir.

Depois, com total desequilibrio do time sanista, dois jogadores a menos, emocionalmente desgastado, o Flamengo foi aumentando até chegar nos sete a zero, mas poderia chegar aos dez a zero, se forçasse um pouquinho a barra do representante do futebol amapaense, sem querer desmerecer o trabalho do técnico Aldo e o esforço do presidente Barba, que reclamou da falta de apoio oficial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s