EM SESSÃO HISTÓRICA CÂMARA DEVOLVE MANDATOS AOS DEPUTADOS CASSADOS PELA DITADURA MILITAR

solene_3Brasília, 06/12/2012 – A Câmara dos Deputados realizou nesta quinta, 06, Sessão Solene para devolver simbolicamente os mandatos dos parlamentares cassados durante a ditadura civil-militar. Cento e setenta e três deputados e deputadas perderam seus mandatos arbitrariamente em três fechamentos do Congresso Nacional determinados pelos ditadores militares. 27 parlamentares ainda estão vivos, 18 foram à Câmara dos Deputados na sessão proposta pela deputada Luíza Erundina (PSB/SP), coordenadora da Comissão Parlamentar da Memória, Verdade e Justiça. Pessoalmente ou por meio de representantes ou familiares, receberam um diploma simbólico para o exercício do mandato parlamentar e os mesmos botons usados para identificar os deputados e deputadas em exercício.

A deputada Janete Capiberibe (foto), ao lado da companheira de partido Luiza Erundina, parabenizou os parlamentares pelo retorno aos mandatos e elogiou a iniciativa da colega paulista. “A paixão com que Vossa Excelência se dedicou à essa causa a torna uma figura mais especial do que tem sido, sempre com elevado poder de discernimento e de justiça, qualidades que respaldam a sua liderança nesta Casa de Leis”, enfatizou a deputada Janete Capiberibe. Com mesmo entusiasmo a deputada do PSB incentivou o trabalho da Comissão Nacional da Verdade, representada na Sessão Solene pelo coordenador Cláudio Fonteles.

“Hoje, damos mais um passo na consolidação da democracia, no resgate da memória e da história do povo brasileiro, para que nossos jovens e crianças as conheçam e não permitam que voltem os momentos obscuros e totalitários”, afirmou a deputada, antes de defender que seja revista a Lei da Anistia que não fez a diferença entre torturadores e torturados,  perseguidores e perseguidos. A revisão está prevista no projeto de lei 573/2011 que tramita na Câmara dos Deputados.

Após a Sessão Solene foi lançado o livro “Parlamento Mutilado – A história dos deputados federais cassados pela ditadura de 1964”, livro dos consultores Márcio Rabat e Débora de Azevedo, que lista os congressistas cassados pela ditadura e situa historicamente os fatos, e inaugurada a exposição com o mesmo nome, no corredor de acesso ao Plenário Ulisses Guimarães, que fica aberta à visitação pública até o dia 14 de dezembro. Algumas informações podem ser vistas clicando-se no link.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s