CRÔNICA

CARTA ABERTA A UM TRANSPLANTADO

João Silva

Acho qe já deu pra perceber que esta carta é dirigida ao jornalista Carlos Bezerra, de fígado novo, de vida nova!

Reporto-me à amizade que muito me honra, embora não seja tão presente no dia-a-dia da nossa existência, nem do tipo Tico e Teco – para lembrar a irreverência do colunista Luis Mello e sua relação com advogado Wagner Gomes, amizade que já rendeu muitas histórias e consumiu algumas garrafas de uisque doze anoskkk.

Mas você sabe que somos amigos, e a única coisa que poderia fazer eu fiz: balbuciei as orações que me vinham à memória, fiquei na torcida, desejei muito que seu tratamento redundasse no sucesso que você merecia. E foi o que aconteceu.

Quando chegou a boa nova, passei a adiante, fiz um brinde à vida, à obstinação dos seus familiares, de todos que não o deixaram sozinho. E o fiz como cristão, como ser humano, em nome de uma relação que

respeita as diferenças entre nós, como devem fazer pessoas civilizadas.

Ai é que fiquei a imaginar, amigo, um paciente sem fé, sem calor humano de uma companheira de verdade, tendo que enfrentar as conseqüências de uma enfermidade grave, às exigências de um tratamento caro em cidades como São Paulo e Porto Alegre, longe de casa, dependendo da saúde pública deste País, cujas notícias são aquelas que você conhece muito bem.

Muito mais  que eu, você conhece a luta do empresário Jaci Jansen  para salvar a vida da esposa e companheira de todas as horas, também necessitando de um tratamento radical; por causa disso, virou um expert em transplante de fígado no Brasil, monitorando com interesse invulgar o trabalho precioso das centrais de transplantes em nosso País.

Como quem procura acha, nosso amigo comum, com ajuda de Deus,  achou. Ou melhor, reencontrou muito longe do Amapá o humanismo de um amigo chamado Marcelo Nassar, advogado que trabalhara em Macapá na década de setenta que, bem situado na sociedade de Porto Alegre, se dispôs a estender as mãos para ajudar.

Portanto foi Jaci Jansen que o convenceu a migrar para o extremo sul em busca de um milagre, e vejo que deu certo, com a nossa torcida, já que esposa  do empresário e amigo comum, acaba de submeter-se à cirurgia para transplante de fígado e se recupera bem, o que não seria possível sem doadores e uma saúde pública comprometida com o cidadão.

Hoje a festa é sua, a emoção é sua, a alegria é de todos nós, familiares e amigos em oração pela sua recuperação, por uma resposta que só uma saúde pública levada a sério poderia oferecer a um caboclo humilde da margem esquerda da foz do Rio Amazonas.

Acho que você concorda: caso recente dos transplantados do Amapá  oferece lição preciosa, ou melhor, várias lições preciosas sobre as quais precisamos refletir.

A solução para delicada questão dos transplantes no Brasil poderia ser agressiva e permanente, como no Rio Grande do Sul, cuja decisão de governo transformou o Estado  referência em transplantes bem-sucedidos.

No Amapá, agora mesmo, coração partido, os Borges praticam um gesto exemplar de solidariedade, diante da morte inesperada da irmã Nilda Borges, 38 anos de idade, morta em acidente de trânsito.

A família tomou a decisão de respeitar a vontade do seu ente querido, doando órgãos que já foram transplantados e transmitem novo alento a outras vidas; a decisão beneficiou várias pessoas em Belém do Pará, segundo familiares.

No seu caso, companheiro, recuperando-se de penosa travessia, é bom que saiba que ouvintes da Rádio Antena-1 e leitores do Diário do Amapá estão indóceis, querem de volta seu escriba lúcido, com a verve de sempre e tudo mais. Abraço, Deus o proteja, até à volta, amigo.

  • Texto publicado no Jornal Diário do Amapá  dias depois do transplante de fígado do jornalista Carlos Bezerra, que faleceu em abril de 2012, em Porto Alegre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s