‘FORÇA TAREFA’ SE REUNE COM MINISTRO PARA GARANTIR EMPREGOS NO JARY

Amapá pede auxílio ao Ministério do Trabalho para manter empregos no Jari

Brasília, 20/11/2012 – A Bancada Federal do Amapá reuniu-se com o ministro do Trabalho e Emprego Brizola Neto para tratar da ameaça aos empregos dos trabalhadores na Jari Celulose, cujas atividades serão suspensas por 10 meses, conforme anunciou o Grupo Orsa, controlador da indústria instalada em Monte Dourado, Pará. O ministro chamará a empresa para uma reunião, na próxima terça, 27, e sinalizou positivamente para ações que visem manter os postos de trabalho com menor custo que as demissões. São 1,1 mil empregos diretos na indústria de celulose e 6 mil indiretos, na cadeia produtiva. Pelo menos 70 mil pessoas usufruem da renda recebida pelos trabalhadores.

Audiências – Na mesma terça, 27, às 14h30min, a Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional realizará audiência pública conjunta com a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público, na Câmara dos Deputados, por requerimentos da deputada Janete Capiberibe e do Deputado Bala Rocha, respectivamente, para tratar do assunto.

Os parlamentares pretendem realizar uma audiência, em Laranjal do Jari, dia 7 de dezembro, com a mesma temática, reunindo trabalhadores, lideranças políticas, sindicais e empreendedores locais.

Recursos – A Jari Celulose teria recebido pelo menos R$ 145 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para modernizar a planta industrial. “Os recursos públicos do BNDES devem promover a modernização das empresas nacionais, fomentar o desenvolvimento, gerar empregos e distribuir renda”, afirma a deputada para questionar por que o aporte do BNDES provocaria desemprego e insegurança econômica àquela região de economia frágil.

Comitiva – Estiveram na reunião as deputadas Janete Capiberibe, Dalva Figueiredo e Fátima Pelaes, os deputados Bala Rocha, Evandro Milhomem, Davi Alcolumbre e Vinicius Gurgel, o senador João Capiberibe, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Celulose Silvino Gonçalves, a presidente da CUT/AP Odete Gomes, o Diretor Sindical da CUT/AP Errolflyn Paixão e o Juiz da Comarca de Vitória do Jari Luiz Carlos Kopes Brandão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s