OPINIÃO

Por Cláudio Pinho Santana/ Secretário de Organização do PSB AP

 

A propósito de uma matéria do amigo jornalista Correa Neto na sua Geleia Geral de 16.10.2012, como militante e dirigente do PSB, por uma questão de justiça, narro fatos que eu vivi no PSB – AP.

Como militante, ex-presidente do Diretório Municipal de Macapá e ex-presidente do Diretório Regional do PSB – AP , cargo hoje ocupado pelo Senador Capi, vivi e participei intensamente  de várias disputas, alianças,  eleições,  e vi oportunidades dadas pelo Partido Socialista Brasileiro, tanto para seus militantes quanto para parceiros de outros partidos políticos.

Em 1987 um grupo de pessoas lideradas pelo então secretário de agricultura do Amapá Capi, tendo decidido sair do MDB, procurou o PT para militar politicamente; na época os dirigentes do PT se sentiram ameaçados e fecharam o partido para a entrada desse grupo. A então deputada federal Raquel Capiberibe que saíra do MDB, conseguiu o PSB –AP para que o grupo pudesse fazer sua militância política. Em 1988 o PSB-AP já estava participando da eleição para prefeito de Macapá elegendo o então prefeito Capi, numa disputa com o candidato do Barcellos, Murilo Pinheiro. O PT lançou o jornalista Correa Neto. Janete Capiberibe e Euri Farias se elegeram vereadores de Macapá e o advogado Antonio Cabral do PDT foi o vice-prefeito.

Em 1992 o PSB sairia da PMM tendo apoiado o Dr Papaleo, contra Murilo Pinheiro quando eu Claudio Pinho fui eleito vice-prefeito. Nessas eleições Euri Fariasse reelegeu vereador junto com Gervasio Oliveira, pelo PSB.

Em 1994 o PSB, PT e o PDT participaram coligados das eleições estaduais. O PT tinha o deputado federal Lourival Freitas, o PDT tinha o deputado federal Aroldo Góes, o PSB tinha os deputados estaduais Geraldo Rocha e Janete Capiberibe. Ao final da disputa o PSB elegeu Capi governador, Gervasio Oliveira e Raquel deputados federais; o PT elegeu Hildegardo Alencar vice- governador, e o PDT elegeu Sebastião Rocha senador.

Em 1996 o PSB apoiou para a PMM a chapa Waldez PDT e Dalva Figueiredo PT que perderam as eleições municipais para o Barcellos.

Em 1998 o PSB disputou as eleições coligado com o PT ,  reelegendo Capi governador e Dalva Figueiredo vice-governadora. Nessa

eleição aconteceu uma disputa dentro do PSB entre a deputada Raquel Capiberibe e então vereador Milhomem, tendo o último levado a melhor se elegendo deputado federal.

Em 2000 o PSB elegeu João Henrique Prefeito de Macapá com Gilson Rocha vice-prefeito.

Em 2002 eu, Claudio Pinho, fui candidato a governador com Lucenira Pimentel na vice. Nessa eleição Capi se elegeu senador, Janete deputada federal e Ruy Smith deputado estadual.

Em 2003, após a saída de João Henrique do PSB, o Capi lançou meu nome como provável candidato a prefeito de Macapá em 2004; não fui o candidato porque não quis.

Em 2006 o PSB lançou Cristina Almeida para enfrentar Sarney; Cristina se elegeu vereadora de Macapá em 2008 e deputada estadual em 2010, juntamente com Agnaldo Balieiro

Em 2012 o PSB elegeu Washington PicançoNeuzinha Allan Ramalho vereadores de Macapá. E agora no segundo turno ajudou a eleger Clécio Luiz prefeito de Macapá.

Grifei os nomes dos políticos, sem sobrenome Capiberibe ,do PSB e de outros partidos que o PSB e os Capiberibes de alguma forma ajudaram a eleger. Este relato é um pouco da história do PSB. O que está aqui relatado eu vivi dento do PSB AP.

Claudio Pinho Santana

Secretário de Organização do PSB AP

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s