DISTRIBUIDORES DIZEM QUE CRISE DA GASOLINA ACABOU

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, recebeu nesta segunda-feira, 22, no Palácio do Setentrião, representantes das empresas Petrobras Transporte S/A (Transpetro), Petrobras Distribuidora e Ipiranga. Eles atenderam ao convite do governo estadual para tratar do fornecimento do produto. No encontro, os executivos esclareceram que a crise no abastecimento de gasolina e álcool no Estado ocorreu por causa de logística e que outros estados também passam por situação semelhante.

Conforme os distribuidores, a falta do produto se deu por conta de um conjunto de fatores, que foram: o Estado mais próximo do Amapá que fabrica álcool anidro é o Pará, que diminuiu sua produção; reforma do posto Miramar, de Belém (PA), que está em reparo e abastece as balsas de Macapá e de todo o Pará, o que dificultou a vazão do produto, além e uma alta no consumo. Entretanto, eles garantiram que o problema foi solucionado e que não existe risco de uma nova falta no abastecimento.

Participaram da reunião Paulo Mendes, Loya Rodrigues e Francisco Hildemar, da Petrobras Distribuidora; Márcio Santana, da Transpetro; Carlos Azevedo, Maximilian Modesto, Robson Silva, Maria Lima e Antônio Kohn, da Ipiranga. Além dos representantes das distribuidoras, estiveram no encontro os titulares da Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (Seicom) e Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial (Imap).

Investimentos e apoio do governo para evitar nova crise

O executivo da Ipiranga, Antônio Kohn, explicou que a empresa construirá dois novos reservatórios, um para gasolina e outro para álcool. A medida aumentará a capacidade de armazenamento da empresa de oito para 18 milhões de litros. O que também previne uma baixa no fornecimento do produto.

Já o representante da Transpetro, Márcio Santana, esclareceu que a empresa entrou com um pedido de licenciamento ambiental no Imap. A licença possibilitará que a gasolina seja transportada diretamente para o Amapá e não desembarcada no Pará, sendo trazida ao Estado em balsas, como é feito hoje em dia.

Márcio Santana enfatizou que a falta de combustível se deu pela atual logística, mas o licenciamento também é uma forma de prevenir contra outra baixa no fornecimento.

O governador pediu ao titular do Imap que dê celeridade no processo da Transpetro. Por sua vez, Maurício Souza agendou uma reunião com a empresa para esta terça-feira, 23, a fim de agilizar o trâmite.

Camilo Capiberibe também disse aos distribuidores que o Estado, por meio da Seicom, está à disposição das empresas para que não ocorra uma nova crise no abastecimento.

“Essas garantias e soluções apresentadas pelos representantes das distribuidoras nos deixam mais tranquilos, pois não podemos passar por uma situação dessas novamente. Reforço aos executivos que o governo do Estado está à disposição para resolver qualquer gargalo no abastecimento de combustível”, afirmou o governador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s