GASOLINA: CRISE ACABA NA SEGUNDA-FEIRA

Senador João Capiberibe discursou no Senado exigindo providências da ANP no sentido de solucionar a crise

Até a segunda, 22, deverá estar normalizada a distribuição do combustível no Amapá. Até o sábado, 20, chegarão 4 milhões e 200 mil litros de gasolina ao estado. Na terça, 16, chegaram ao Amapá 1,5 milhão de litros de gasolina tipo “C” da BR Distribuidora pronta para o consumo. Nesta quinta, 18, devem chegar outros 1,5 milhões de litros da Ipiranga e no sábado, 20, mais R$ 1,2 milhão da BR Distribuidora.

A informação foi dada ontem, 16, ao senador João Capiberibe e ratificada pelo chefe do escritório da Agência Nacional do Petróleo (ANP) em Brasília, Manoel Policarpo Neto, em reunião com a Bancada do Amapá, hoje pela manhã, informa a deputada federal Janete Capiberibe (PSB). Policarpo destacou a atuação de Capiberibe para equacionar o problema e distribuiu aos parlamentares as informações cobradas pelo senador.

O chefe do escritório da ANP em Brasília disse que uma falha na logística das distribuidoras provocou o desabastecimento. As distribuidoras alegam que a falta de combustível no Amapá aconteceu por conta das obras no porto de Miramar e do Círio de Nazaré, em Belém, quando aumenta o consumo de gasolina na cidade. E foi categórico: “o governador não é culpado, nem deputados, nem senadores, nem o gerente do posto”.

A deputada Janete Capiberibe relata que a Bancada do Amapá reforçou o pedido do senador Capiberibe para que a ANP fiscalize os motivos que levaram à escassez, além determinar às distribuidoras que adotem soluções a médio e longo prazos para evitar novos episódios de escassez. Um dos investimentos necessários é a ampliação da base de armazenamento de combustíveis.  Outra saída é o transbordo no Porto de Santana, e não no de Miramar, como ocorre hoje, e onde as obras do PAC prejudicam a logística de distribuição.

O senador João Capiberibe, que desde a segunda-feira, 15, cobra providências dos órgãos federais, recebeu mensagem da presidenta da Petrobrás, Graça Foster, informando sobre o esforço da BR Distribuidora para suprir a demanda de combustível no Amapá. Segundo ela, o fornecimento da estatal está 80% maior.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s