TODO CUIDADO É POUCO!

Riquelme merece atenção especial

Depois do empate em Buenos Aires, o Boca andou calado, como que recolhido a breve reflexão sobre o que aconteceu em La Bombonera e o que poderá acontecer no Pacaembú. Parece que chegou  à conclusão que falar é melhor que ficar calado.  Então chegou ao Brasil cheio de dedos, hospedou-se distante do campo da batalha final e caprichou no quantitativo da segurança que vai proteger o time fora e dentro do Pacaembu. O goleiro Orion disse que o brasileiro tem medo do Boca e o técnico danou-se a falar em “estratégia de guerra”. O atacante Roncglia soltou o verbo, afirmando que está confiante no Boca e que seu time joga melhor fora de casa; ainda tem a língua afiada do astro Riquelme, que vai tentar “apitar” o jogo o tempo todo, o que não é mau negócio, como lembra o zagueiro Chicão: “É melhor ele perder seu tempo reclamando que aproveitá-lo jogando contra nós, criando, pensando, causando problema para o Corinthians; o que nós vamos fazer de novo é não deixar ele pensar, criar, respirar, e isso vai ser com a gente mesmo”, disse o zagueirão do Corinthians.

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s